27.5.09

os pássaros.

o dia suspira, gris.
é duma melancolia que me faz amante.
as nuvens indiferentes, e a janela não cerra os medos da cidade, a umidade.
do vermelho a lamber a pele, me escorrem segredos por entre os dedos.
espero o romance duma vida inteira. escuro, soturno, noturno, arrebatador. para uma vida, numa noite só.

película, fumaça, noir, aralto.
sem esquartejos, haikai.

4 comentários:

Dri Viaro disse...

Vim conhecer seu blog, e desejar boa tarde
bjs

aguardo sua visita :)

Flôr de Azeviche disse...

Que lindo..
E que saudade da Lua mais iluminada...

Beijoos

Jaya disse...

Eu acho que preciso de você.

paulo calvet disse...

Estava meio sedento.
Acho que sou um junkie de boas letras.
Bomteverdevolta