13.4.11

Rubber love.

O melhor de tudo não é poder te mandar mensagens aleatórias, nem fazer noites surreais, noutros tempos proibidas. Não, o melhor não é poder te pedir em casamento embaixo da marquise, nem te chamar de frouxo. A cerveja não é o melhor, tampouco os mojos ou a água com gás. Rir é bom. Mas tem o melhor de tudo, nessa vidinha cã.

É poder ouvir meu disco favorito dos Beatles sem chorar do começo ao fim.



there's no one compares with you.

2 comentários:

Ana Lucia disse...

*Suspira*

É.

Caranguejo Excêntrico disse...

Odeio, ODEIO quando acho que estou logada na minha conta do Google e descubro que minha irmã usou o pc antes de mim.
Pois bem, aqui vai, novamente:

*Suspira*

É.